Nós também somos multiplataforma

Ola pessoal.

O título do post poderia ser uma frase dita pela Adobe. Todavia, gostaria de adicionar “e tão bons quanto a concorrência” a frase. Por quê? De acordo com os dois exemplos abaixo, sigam o meu raciocínio.
Java é a multiplataforma de maior sucesso, o slogan “Write once, Run Anywhere” (escreva uma vez e ronde em qualquer lugar) foi muito bom para a divulgação da plataforma. Rodar códigos Java em mobile (JME), desktop (JSE) e servidores/web (JEE) com poucas adaptações são ótimos.
Python também participa desse grupo. Famoso em ambientes desktop, principalmente por causa da instalação nativa nas distribuições Linux. Atuante em servidores e no mundo móvel com o PythonS60 (Symbian da Nokia).
Mas por que o Flex é tão bom quanto a concorrência? Porque se integra com Python e Java e possui tecnologia própria para desenvolver além da integração.

Já é notório o conhecimento sobre Adobe no mundo desktop e web, sendo assim, observem os links abaixo que tratam das novidades para o mundo móvel.

http://blogs.adobe.com/flex/2011/04/compatibility-matrix-for-mobile-development-with-flash-builder-4-5.html

http://gregsramblings.com/2011/04/26/convincing-developers-that-adobe-flex-rocks-on-android-ios-and-playbook/

Abraço a todos
{jcomments on}

Anúncios

Desenvolvimento Mobile

Ola pessoal!

A necessidade de desenvolver para dispositivos móveis está crescendo cada vez mais devido ao massivo investimento de grandes empresas — Apple, Google e Microsoft — e ao crescimento da demanda de uso de celulares, smartfones e tablets.
Cabe ao desenvolvedor conhecer todas as tecnologias que envolvem essas empresas ou focar na tecnologia que seu cliente requisita.
Por isso, vou listar as tecnologias que estão voltadas para o mundo mobile.

Continuar lendo “Desenvolvimento Mobile”

Reconhecendo o iPad na Web

Oi pessoal, tudo certo? Tivemos, recentemente, o lançamento do iPad no mercado e agora com todo o alvoroço gerado pelo dispositivo, está na hora de começar a criar versões dos nossos sites e aplicativos que rodam via Browser, para o iPad.

Básicamente, o que vamos fazer é detectar o userAgent e encaminhar a resposta para o usuário.

userAgent

O userAgent fornecido pela Apple para o iPad, gerado pelo simulador é:

Mozilla/5.0 (iPad; U; CPU OS 3_2 like Mac OS X; en-us)
AppleWebKit/531.21.10 (KHTML, like Gecko)Version/4.0.4
Mobile/7B334b Safari/531.21.10

no modo iPhone:

Mozilla/5.0 (iPhone; U; CPU iPhone OS 3_2 like Mac
OS X; en-us) AppleWebKit/531.21.20 (KHTML, like Gecko)
Mobile/7B298g

Com o userAgent em “mãos”, agora podemos reconhecer se o usuário está usando o iPad e dizer o que fazer.


Javascript

Com uma expressão regular simples, verificamos se a string do userAgent contém “iPad”:

navigator.userAgent.match(/iPad/i)  != null;


PHP

Vamos usar expressão regular novamente, com a função preg_match() do PHP, para verificar o userAgent contém “iPad”:

preg_match("/iPad/i", $_SERVER['HTTP_USER_AGENT']);


.htaccess

Com o .htaccess também é possível detectar o userAgent e definir uma tarefa a ser executada:

RewriteCond% (HTTP_USER_AGENT) ^ .* .* $ IPAD
RewriteRule http://ipad.meusite.com.br ^(.*)$ [R = 301]


Prontinho, agora você pode redirecionar seus usuários para a versão “iPad” do seu site ou aplicar outros estilos, etc. Até a próxima :D