Problema Ubuntu 12 – som ”engasgando”

Você instalou o Ubuntu 12.04 tranquilamento, mas do nada o som ficou engasgado, pulando, enroscado de alguma forma? Calma, que tem solução.
Aperte simultaneamente, Ctrl+Alt+t
Abrirá o Terminal
Escreva:
alsamixer e Tecle “ENTER”
Abrirá a tela preta com controle em forma de barra…
Com a tecla de seta direita, vá pressionando alternadamente até chegar em [Auto-Mut] e depois com a seta para baixo ou para cima, pressione até aparecer “Disabled”. Pronto, depois disso, se não for outro problema, o som com problema não te perturbará mais.

Esta solução foi postada por Antonio Souza neste link: https://plus.google.com/u/0/115140798188446634685/posts/ZDWz64TYD2b

Dicas de trabalho Linux

Ola pessoal!

Estou aqui para mostrar umas dicas de shell Linux que as pessoas não lembram devido o fato de usar alguns comandos básicos na realização de tarefas rotineiras, tais como instalar um programa, executar um arquivo, modificar permissões e navegador entre as pastas.

Comando grep que muitos usam quando precisam achar um processo e matá-lo, pode ser usado para encontrar uma palavra dentro dos arquivos escolhidos.
Ex: grep -s artista /tmp/*
Procura a palavra artista dentro dos arquivos contidos na pasta /tmp.
É interessante usar esse comando em combinação com o find. Ex: find /tmp –name *.* |grep –s artista

O “vi” é um editor de texto muito famoso e complicado para iniciantes. Sendo assim, uma sugestão é o uso do nano. A interface é parecida com o “vi”, porém o nano é mais intuitivo nos comandos para salvar, sair e etc. A chamada do editor é o mesmo, nano . Ex: nano presentes.txt

Você pode contar o número de caracteres de um texto usando o comando wc. Ex: cat leitura.txt | wc –l
O comando é usando em conjunto com a chamada do arquivo. No caso usei o comando cat para realizar isso.

Comando tail, você mostra últimas linhas do arquivo. Interessante, é o acréscimo do parâmetro -f no comando com a finalidade de acompanhar a adição em tempo real de novas linhas no arquivo. Isso útil em situações de análise de um arquivo de log, no qual você deseja verificar as saídas do programa.  tail -f servidor.log é tudo que você precisa.

Você pode enviar para segundo plano um programa que você executou no terminal. Isso é útil, quando há necessidade de continuar trabalhando na mesma sessão que o programa esta executando. Essa simples tarefa é feita colocando o “&” após o comando do programa. Ex: gedit&

São dicas simples, mas que pode ajudar as pessoas no seu dia a dia.
Espero que tenha agregado algo para vocês.

Abraço.
 

IPTables e o IPV6

 

O IPv6 já é realidade na web. Apesar de já estar entre nós desde 1994, o assunto só tomou vulto a pouco tempo. Várias organizações, instituições e governos já estão se preparando para o IPv6 desde 2005, como é o caso das agências federais dos EUA. Recentemente o último grande bloco de IP’s IPv4 foram distribuídos a Ásia, reafirmando a necessidade de acelerar a implantação de redes IPv6.

Os principais Sistemas Operacionais da atualizada já vem com suporte total a IPv6, como é o caso do Linux, que desde o Kernel 2.1.8 em 1996, já suportava IPv6.

E como fica o nosso Netfilter, ou comumente conhecido pelo seu comando bash, IPtables?

Como sabemos o Netfilter, o firewall do Linux, é carregado pelo kernel e seu referido comando IPtables está presente no nosso amigo bash (Born Again Shell).

Vamos as funcionalidades do IPtables para IPv6:

O comando que trata especificamente o IPv6 é o ip6tables. Seu man está presente em

ip6tables –help

 

Continuar lendo “IPTables e o IPV6”

Guia de estudo para certificação LPI – 1

 

altOlá caro leitor!

Esse é meu primeiro post para a equipe BitMasters e para começar de forma útil, escolhi escrever sobre algo que até então não vejo em grande disponibilidade na web. O intuito é ajudar pessoas que queiram estudar para a certificação LPI mas que não podem pagar cursos particulares, não sabem por onde começar e não sabem o que devem estudar.

Continuar lendo “Guia de estudo para certificação LPI – 1”

Gnome 3 no Linux Mint 11

Alguns usuários têm perguntado sobre os procedimentos para instalação do Gnome 3 no Linux Mint 11. Para quem não sabe, o Linux Mint 11 é o Ubuntu 11.04 melhorado (ou não para alguns). É o tipo de sistema que você baixa, instala e utiliza sem precisar instalar nenhum aplicativo a mais. Eu particularmente ainda prefiro o Ubuntu puro, sem personalizações de outras distros.

Abaixo vamos saber como se instala via terminal, de forma simples e rápida. Vale lembrar que o procedimento para instalação é o mesmo no Ubuntu 11.04.

alt

Continuar lendo “Gnome 3 no Linux Mint 11”

Configurando a resolução do Linux modo texto.

A resolução de tela em maquinas Linux em modo texto é uma configuração que quase não alteramos, sempre deixamos a resolução padrão, porém é uma opção interessante a ser alterada, pois aumenta consideravelmente a usabilidade do sistema. Por exemplo: Usar programas para editar grandes arquivos de configuração, listar diretórios em pastas com centenas de arquivos, enfim para várias atividades uma resolução bem configurada é crucial e deixa a tarefa menos trabalhosa, a ideia desse artigo é demostrar como alteramos o Linux para outra resolução de vídeo no modo texto.

Continuar lendo “Configurando a resolução do Linux modo texto.”

Como acessar partições Linux pelo Windows

altPara aqueles que precisam acessar partições ou outros HDs formatados em ext2, ext3, ext4 e Raiserfs usados pelo Linux, existem diversas ferramentas que podem lhe auxiliar nesta tarefa.

É muito comum para quem tem dois sistemas instalados em um mesmo computador (dual-boot) querer acessar arquivos do outro sistema que não está usando. Isso é frequente para quem tem o Windows e Linux na mesma máquina.

Continuar lendo “Como acessar partições Linux pelo Windows”